Home / Notícias / Dicas e normas de segurança para andar com seu patinete
Dicas e normas de segurança para andar com seu patinete

Dicas e normas de segurança para andar com seu patinete

patinete elétrico vem fazendo bastante sucesso nas grandes cidades brasileiras e, por isso, cresceu muito o número de veículos em circulação. Esse aumento também elevou a quantidade de acidentes no trânsito.

Existem algumas normas de segurança para patinetes e regulamentações que estão sendo implementadas para diminuir esse número e para que todos possam andar tranquilamente com o veículo. Porém, nem todos os usuários conhecem as condutas que devem ser praticadas.

Sendo assim, mostraremos quais são as regras que os usuários devem seguir e, depois daremos algumas dicas para que eles possam viajar mais protegidos.  

Quais são as normas do Código de Trânsito

O Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) entende que os patinetes elétricos têm que cumprir as regras dos “equipamentos de mobilidade autopropelidos”. Esses são veículos que têm algum tipo de motorização, além da largura e comprimento iguais ou menores que as de uma cadeira de rodas.

Os usuários só podem andar com o patinete em calçadas, ciclovias e ciclofaixas, de acordo com o Código Brasileiro de Trânsito (CTB). Nas ruas, juntamente aos carros, ônibus e motos não é permitido, pois as chances de acontecer um acidente são altas.

O veículo, seja alugado ou propriedade do indivíduo que o utiliza, também deve seguir determinadas regras. Ele tem que ter sinalização noturna (dianteira, traseira e lateral), indicador de velocidade e campainha. Os acessórios são formas da pessoa ter um controle maior sobre o patinete e também de sinalizar sua presença no tráfego.

Essas são regras gerais que os grandes centros devem respeitar, porém os municípios e o Departamento de Trânsito (Detran) do Distrito Federal podem criar suas próprias normas sobre o assunto. Portanto, observe bem qual é a regulamentação da sua cidade.

Além das leis implementadas, há ainda certas ações que o usuário pode fazer para que a viagem seja mais calma. Vamos ver quais são elas?

Dicas de como andar de patinete

1- Utilize sempre capacetes

O capacete ainda não se tornou um item obrigatório para andar de patinete elétrico, mas os municípios estão discutindo essa possibilidade. Mesmo que ele não seja exigido, é fundamental que o indivíduo use um capacete para se proteger.

Ele é muito importante, porque evita que a pessoa tenha graves consequências na hipótese de um acidente. Antes de se locomover, veja se o capacete está bem ajustado. Para quem deseja ter uma proteção extra é indicado ainda usar luvas, joelheiras e cotoveleiras.

2- Respeite os limites de velocidade

Lembre-se sempre que em ciclovias e ciclofaixas, o permitido é viajar até 20 km/h. Já nas calçadas, a velocidade máxima é de 6 km/h. Os equipamentos, geralmente, conseguem alcançar uma aceleração maior que essa, mas não é autorizado, porque pode provocar problemas com terceiros que estão na mesma via que você.

3- Preste atenção no trajeto

As calçadas nos grandes centros urbanos costumam ter desníveis e até mesmo buracos. Então, é essencial que o piloto tome cuidado e tenha tempo para diminuir a velocidade ou desviar desses defeitos.

Para estar atento ao caminho, ele não pode falar ou digitar ao celular durante o percurso, porque isso tira bastante a concentração dele. Da mesma maneira, utilizar fones de ouvido não são recomendados.

Nas subidas e descidas, o usuário deve ter atenção extra. Em dias em que o chão está molhado também, porque ele fica muito liso.

4- Coloque as duas mãos no guidão

Respeitar a velocidade máxima, não falar ao celular e ouvir música enquanto conduz são todas ações que aumentam o controle do piloto sobre seu veículo. Contudo, isso não é o suficiente.

Colocar as duas mãos no guidão é imprescindível para obter o equilíbrio e viajar de forma segura. Se tirar uma das mãos do patinete, é muito fácil que o usuário perca o controle, caia e se machuque.

5- Dê preferência aos pedestres

Para carros, motos, caminhões e ônibus, o pedestre é sempre a prioridade. Assim como eles, o patinete elétrico é um veículo motorizado e o seu condutor deve dar a preferência para quem está a pé.

Veja os semáforos e espere sua vez. Use a campainha e as sinalizações para mostrar ao pedestre sua presença e para onde pretende ir. Nas calçadas, tome cuidado extra para não trombar nas pessoas.

6- Faça testes

Se você não tem experiência com patinetes elétricos, é melhor levar um para uma área mais sossegada e treinar antes de pegar o veículo e ir com ele ao trabalho, por exemplo. É importante que o condutor se acostume com o modo de aceleração do produto, frenagem e descubra qual posição dos pés é mais confortável e segura para ele.

Esses podem ir virados para frente ou para o lado, depende da preferência da pessoa. Ao testar o patinete antes, você aprende como ele funciona e foge de situações inesperadas e desagradáveis. Será mais fácil acelerar, frear, ou seja, conduzir de uma maneira geral e o risco de acidentes será menor.

7- Ande sozinho

Não é autorizado andar com mais de uma pessoa no veículo, animais ou cargas acima de 5kg. Ele foi feito para o uso individual, então não suporta grandes pesos e não é seguro viajar com um passageiro. Se estiver com um amigo, por exemplo, cada um deve ter ou alugar o seu próprio aparelho.

8- Estacione o equipamento

Para quem compartilha o patinete de aplicativos, essa dica é essencial. Quem tem o próprio aparelho não tem tanto problema com isso, porém é pertinente lembrar. Não se esqueça de estacionar o veículo. Por estacionar, entende-se pará-lo em um local em que ele não atrapalhe o trânsito (tanto de outros automóveis como o de pedestres).

No caso de patinetes alugados, deixe-os nos estacionamentos fixos da marca escolhida por você. Quem é dono do equipamento pode colocá-lo no recinto em que pretende ir ou no estacionamento dele, também sem incomodar os outros condutores.

Se deslocar de patinete em uma grande cidade traz agilidade, economia e melhora a mobilidade dos usuários. Por essas razões, ele se destacou e passou a fazer parte do cenário das ciclovias desses municípios.

Devido ao número de acidentes, foram implementadas certas normas de segurança para os patinetes. Depois de vê-las e descobrir algumas dicas de como andar com esse equipamento, você já está preparado para começar a usar o seu? Lembre-se sempre de se proteger antes de iniciar uma viagem e bom passeio!

x